Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

NOTÍCIAS

12/09/2013

Segurança: reunião da CCASP será em 1º de outubro

 No dia 1º de outubro, às 9h, foi marcada pela Polícia Federal, 98ª reunião da Comissão Consultiva para Assuntos da Segurança Privada (CCASP), em Brasíl­ia. Será a terceira reunião deste ano, onde serão julgados os processos movidos contra bancos, empresas de vigilância e transporte de valores, e centros de formação de vigilantes, em razão do descumprimento da lei federal nº 7.102/83 e das normas de segurança.

"Entre as principais irregularidades cometidas pelos bancos está o número insuficiente de vigilantes, alarmes inoperantes, planos de segurança não renovados, transporte de numerário feito por bancários, inauguração de agências sem plano de segurança aprovado pela PF e cerceamento da fiscalização de policiais federais, dentre outros itens que colocam em risco a vida dos trabalhadores e clientes", alerta Valdir Machado, diretor da FETEC-CUT/SP. Além disso, o Itaú está abrindo agências em horário estendido em todo o país, sem negociação com o movimento sindical, o que pode agravar ainda mais os problemas de insegurança.

Os sindicatos têm papel fundamental como fiscalizadores das agências e postos de atendimento bancário. "Alertamos aos nossos sindicatos que continuem fazendo as denúncias para que a PF possa punir os infratores da lei, pois somente com a insistência de nossas denúncias é que os bancos vão cumprir sua responsabilidade social, que tanto falam, mas não sai do papel", reforça o dirigente.

Recursos não faltam aos bancos para investirem mais em segurança. Os seis maiores bancos do Brasil lucraram, somente no primeiro semestre de 2013, R$ 29,6 bi, o que representa um crescimento de 18% em comparação ao mesmo perí­odo do ano passado. Mesmo assim, as despesas com segurança e vigilância não aumentaram.

A CCASP é um fórum que conta com a participação do governo, bancários, representados pela Contraf-CUT, vigilantes e entidades patronais, como a Febraban.

Os processos contra bancos são abertos pelas delegacias estaduais da Polícia Federal (Delesp) a partir da fiscalização anual do plano de segurança dos estabelecimentos e das denúncias de irregularidades que podem ser também encaminhadas pelas entidades sindicais.

Fonte: FETEC-CUT/SP

 

 

 

•  Veja outras notícias
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC