Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - SANTANDER

04/11/2013

Santander e Itaú: péssimos exemplos

 O Santander fechou 1.124 vagas no primeiro trimestre e também diminuiu o número de agências. Nos últimos 12 meses fechou 4.542 postos de trabalho. Já o Itaú divulgou o seu Projeto Eficiência, onde reduziu o número de trabalhadores de 104.022 em março de 2011 para 87.440 em setembro de 2013, o que significa corte de 16.582 postos de trabalho - mais de 522 vagas por mês - no perí­odo.

 

"Os lucros obtidos pelo setor bancário são fruto do trabalho pesado dos bancários que sofrem diariamente com a cobrança de metas, que adoecem em nà­veis alarmantes. Mesmo assim, os bancos continuam desvalorizando seus trabalhadores com péssimas condições de trabalho e demissões injustificáveis", afirma Alberto Maranho, diretor de Bancos Públicos da FETEC-CUT/SP.

Pesquisa divulgada pela Contraf-CUT, na última terça-feira 29, mostra que os bancos privados fecharam 6.977 postos de trabalho entre janeiro e setembro de 2013.

No total do sistema financeiro, foram 2.760 postos fechados. A Caixa Econômica Federal apresentou saldo positivo de 3.982 empregos neste ano, aumentando o número de empregados abaixo do esperado para o aumento de pontos de atendimento e Banco do Brasil e outros mantiveram quadros estáveis, segundo dados do estudo feito em parceria da Contraf e Dieese, com base em dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho e Emprego.

Mais e mais lucro " Do outro lado desta balança os lucros são cada vez maiores.

O lucro lí­quido recorrente do Itaú teve crescimento de 5,8% nos nove primeiros meses de 2013, em relação ao mesmo perí­odo do ano passado. No 3º trimestre, o Itaú atingiu o maior lucro da história dos bancos para o perí­odo, com R$ 4,022 bilhões. O resultado foi divulgado nesta terça-feira 28, apontando para uma alta de 17,8% em relação ao mesmo perí­odo do ano passado.

O lucro lí­quido gerencial do Santander totalizou R$ 4,335 bilhões no acumulado até setembro de 2013. As receitas de prestação de serviços e tarifas bancárias atingiram R$ 7,828 bilhões, com alta de 9,3% em relação aos nove primeiros meses de 2012. Somente com essa receita, o Santander cobre 148% do total de despesas de pessoal do banco (inclusive PLR). No mesmo perí­odo do ano passado, a cobertura foi de 131%.

"Os números deixam claro, os bancos cada vez atendem mais clientes aumentando a base de arrecadação de tarifas e cada vez diminuem seus custos com menos bancários e menos pontos de atendimento, assim acumulando maiores lucros concentrando mais renda. Tudo isto vai na contramão do nosso país que aumenta o número de trabalhadores informais e distribui renda, contribuindo com o mercado interno que tem sido tão importante no enfrentamento da crise econômica internacional", reforça Maranho.

Fonte: FETEC-CUT/SP

 

 

 

 

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC