Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - ITAÚ UNIBANCO

14/12/2011

Encontro de dirigentes sindicais do Itaú chama bancários para mobilização

 

 

A mesa de abertura do Encontro Nacional de Dirigentes Sindicais do Itaú Unibanco, promovido pela Contraf-CUT, aconteceu nesta terça-feira (13), em Nazaré Paulista (SP). Os participantes destacaram a importância do evento na organização dos funcionários do bancos para as lutas do próximo perí­odo.

"O Encontro deve definir a pauta específica a ser entregue e negociada com o banco no próximo perí­odo. E deve privilegiar ações que garantam a mobilização dos funcionários do Itaú", destaca Miguel Pereira, secretário de Organização da Contraf-CUT. "Queremos mobilizar os trabalhadores do banco, dentro da política da Contraf de valorizar o processo de negociação permanente", completa.

"As conquistas sempre vieram através da mobilização. A postura do Itaú Unibanco tem sido marcada pela intransigência, pela falta de diálogo. Por isso que devemos definir nossa minuta específica e organizar os funcionários", avalia Wanderley Crivellari, integrante da coordenação da Comissão de Organização dos Empregados (COE) do Itaú Unibanco.

Entre os principais temas destacados pelos participantes, está a questão do emprego. O Itaú foi, ao lado do Santander, o único entre os grandes bancos em operação no Brasil a fechar postos de trabalho nos três primeiros semestres de 2011, segundo dados apurados pelo Dieese. O presidente do banco, Roberto Setúbal, chegou a declarar que a empresa tem que melhorar seu ín­dice de eficiência, de forma a render mais com menos gastos.

Os bancários destacaram ainda a necessidade de se combater a rotatividade, política muito utilizada pelos bancos brasileiros, que demitem trabalhadores com salários mais altos e contratam outros com salários menores, diminuindo sua folha de pagamento. Nesse sentido, os bancários defendem a aplicação dos princíp­ios da Convenção 158 da OIT, que coà­be as demissões imotivadas, bem como sua ratificação pelo Estado brasileiro. Também foi abordada a necessidade de combater as terceirizações; os correspondentes bancários.

Além disso, também foi destacada a necessidade das reformas Política, Tributária e do Sistema Financeiro. Nesta última, o objetivo dos bancários é discutir na sociedade brasileira questões como a concessão pública dos bancos, o direcionamento e o custo do crédito, a universalização dos serviços bancários etc.

Postado pela Assessoria de Imprensa " 14/12/2011
Fonte: Contraf-CUT

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC