Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - ITAÚ UNIBANCO

04/03/2013

FETEC/CUT-SP organiza Encontro Estadual dos Dirigentes do Itaú

A FETEC/CUT-SP está organizando, para o próximo 14 de março, o Encontro Estadual dos Dirigentes do Itaú Unibanco, em preparação ao Encontro Nacional dos Funcionários do Itaú, que será realizado entre 2 e 4 de abril, em local ainda a ser definido.

Na pauta de ambos os encontros estará a luta em defesa do emprego, remuneração, saúde e condições de trabalho, plano de saúde e previdência complementar.

Na questão do emprego, dois temas estarão em debate: combate às demissões e horário estendido nas agências. O Itaú é o banco que mais demitiu em 2012, mesmo com o segundo maior lucro lí­quido recorrente do setor no país: R$ 14,043 bilhões. Ao longo do ano, fechou 7.935 postos de trabalho, ou seja, uma redução de 8,08% de seu quadro de pessoal. Desde março de 2011, já são 13.699 postos a menos, quando eram 104.022 bancários.

De acordo com levantamento realizado pela FETEC/CUT-SP, entre janeiro de 2012 e fevereiro de 2013, ocorreram na base 4.373 demissões. Destas, 1.300 foram de pedidos de demissão, o que aponta o grande descontentamento dos bancários para com o excesso de serviço, pressões por metas e assédio moral. "O Itaú investe no futebol, mas esquece que o verdadeiro time responsável pelo crescimento da instituição é o dos funcionários. Na prática, a cada dia, o banco demite o equivalente a um time de titulares", contabiliza Valdir Machado, dirigente da FETEC/CUT-SP.

No que tange ao horário estendido nas agências, em 2012, o Itaú iniciou, à revelia dos sindicatos, a ampliação do horário de atendimento em unidades localizadas em shoppings e corredores. Nos shoppings, alguns estabelecimentos passaram a atender das 12h às 20h. Outras, situadas em corredores de bancos, adotaram dois novos horários: das 9h às 17h e das 11h às 19h. A nova medida força os bancários a estender a jornada, além de trazer riscos com a falta de segurança decorrente do horário diferenciado, sobretudo, nos corredores.

Há tempos, o movimento sindical cobra o fim das demissões, bem como a alteração do horário estendido para das 9h às 17h, com dois turnos de seis horas cada e contratações de mais bancários, de forma a garantir melhores condições de trabalho e respeito à jornada da categoria. Os pleitos não atendidos pelo banco já motivaram protestos organizados pelos sindicatos em várias regiões do país.

Os bancários do Itaú também enfrentam problemas com o programa de remuneração Agir. A falta de critério do banco ao impor metas inatingà­veis, as pressões e a recente mudança na nomenclatura dos caixas, o que para o movimento sindical é uma maneira de burlar as regras da função, estão gerando inúmeros adoecimentos, inclusive com desrespeitos aos critérios de reabilitação profissional.

Outro grande descontentamento dos funcionários do Itaú é com relação ao plano de saúde. Os bancários enfrentam dificuldades na marcação de consultas e falta de especialistas. No que diz respeito ao plano de previdência, os encontros deverão preparar os dirigentes para a eleição de representantes dos trabalhadores na direção do instituto previdenciário, prevista para o corrente ano.

 

Serviço:

- Encontro Estadual dos Dirigentes do Itaú Unibanco - 14 de março, das 9h às 17h, na sede da FETEC/CUT-SP, em São Paulo/SP.

- Encontro Nacional dos Funcionários do Itaú Unibanco - 2 a 4 de abril, em local ainda a ser definido.

 

 

Postado pela Assessoria de Imprensa: 04/03/2013
Fonte: FETEC-CUT

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC