Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - FINANCEIRAS

07/01/2014

Vale-Cultura já é realidade na vida dos bancários

Os bancários começam o novo ano com o pé direito, contando com uma importante conquista da Campanha Nacional 2013: o vale-cultura, que corresponde ao valor mensal de R$ 50 a serem usados na aquisição de bens culturais, como livros, discos, ingressos para shows, teatro e cinema, cursos de arte, entre outros produtos. Inicialmente o benefício será distribuído entre os trabalhadores que ganham até cinco salários mín­imos " o que agora soma R$ 3.620.

Assim, os bancários também cumprem mais uma vez seu papel pioneiro e podem se orgulhar de ser a primeira categoria em todo o país a incluir o programa em sua Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que tem validade nacional.

"Quase 200 mil funcionários do setor financeiro terão acesso a essa política do governo federal. Além da verba a mais no bolso do trabalhador e do que isso representará na economia do país, o programa vai contribuir para diminuir a exclusão cultural no Brasil. Cultura é cidadania, e iniciamos 2014 comemorando mais essa conquista da luta e da organização de nossa categoria", diz a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira.

Injeção na Economia -A nova conquista representará uma injeção de R$ 9,4 milhões ao mês e de R$ 113 milhões ao ano na economia brasileira. Ao todo, os resultados da Campanha Nacional Unificada 2013 somam R$ 8,7 bi no mercado, incluindo os reajustes nos salários (com aumento real pelo 10º ano consecutivo), na PLR e em outras verbas como os vales alimentação e refeição. "O resultado da nossa luta não atinge somente nossa categoria. Toda a economia do país também é favorecida", destaca Juvandia.

Adesão "O bancário que quiser receber o vale-cultura deve fazer sua adesão junto ao RH do banco. Se houver qualquer dificuldade, o trabalhador pode comunicar ao Sindicato. O vale-cultura é um projeto do governo da presidenta Dilma Rousseff que foi regulamentado pela Lei 12.761/2012. Os R$ 50 são creditados mensalmente em um cartão magnético válido em todo o território nacional e seu valor é cumulativo, ou seja, o empregado poderá poupar caso queira adquirir algum produto cultural que ultrapasse os R$ 50.

As instituições financeiras poderão deduzir 1% no imposto de renda e o desconto para os bancários varia entre R$ 2 a R$ 5, dependendo do salário.

"Vou usar esse dinheiro a mais para proporcionar à minha filha de 7 anos o que meus paisnão puderam me dar quando eu era criança. Lazer e cultura são muito importantes", comemora um bancário que receberá a verba.

Pioneirismo -Em visita ao Sindicato, no final de outubro de 2013, a ministra da Cultura, Marta Suplicy, parabenizou a categoria pelo pioneirismo. "A coisa mais importante que aconteceu com o vale-cultura, depois da aprovação no Congresso e da sanção da presidenta Dilma, foi os bancários o terem incluído, de forma vitoriosa, no acordo coletivo. Temos de dar parabéns a esse esforço de toda a categoria."

A Central ún­ica dos Trabalhadores (CUT) já orientou seus sindicatos filiados a reivindicarem a adesão das empresas ao programa. 

 

Fonte: Seeb SP

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC