Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - CAIXA FEDERAL

15/02/2017

SINDICATO NOTIFICA CAIXA CONTRA TRABALHO AOS SÁBADOS

Calendário para saque do FGTS inativo foi divulgado à imprensa antes dos funcionários; Sindicato cobra condições dignas de trabalho aos bancários e de atendimento à população e critica programa de demissões em fase de aumento de demanda. 

São Paulo – A Caixa Federal divulgou na terça-feira 14 o calendário para os saques das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). Os pagamentos serão realizados entre os meses de março e julho de 2017.

O cronograma foi divulgado para a imprensa, antes de ser repassado aos funcionários que terão de dar conta do serviço nas unidades da Caixa.

“Mais um desrespeito da direção do banco com seus empregados. Primeiro vem essa medida do governo, que provoca aumento da demanda de profissionais ao mesmo tempo que a Caixa anuncia um PDVE (Programa de Desligamento Voluntário Extraordinário) que reduzirá, também a partir de março, em 10 mil o número de empregados. Agora o anúncio do calendário, via imprensa, sem que os bancários saibam antes o cronograma e possam se organizar”, critica o dirigente sindical Renato Perez.

“O movimento sindical sempre reivindicou mais empregados para diminuir a sobrecarga de trabalho, melhor atender a população e fortalecer o banco público. Ao invés disso, a Caixa faz exatamente o contrário. Diminui o número de bancários justamente quando se aproxima um aumento significativo da carga de trabalho. É uma conta que não fecha”, reforça.

O Sindicato notificou a Caixa contra a abertura de agências aos sábados. “O trabalho no sábado, além de desrespeitar Lei Federal, inviabiliza o usufruto do repouso semanal remunerado pelo empregado, previsto em Acordo Coletivo. A luta por mais contratações pela Caixa permanece. O aumento do número de empregados, além de cumprir o papel social na diminuição da taxa de desemprego, fortalecerá o atendimento ao público. Dessa forma, o Sindicato requer solução definitiva para o melhor atendimento a população sempre, como a contratação de mais empregados, não sendo o atendimento ao sábado a resposta”, afirma no documento.

Os empregados não são obrigados a trabalhar no sábado que é o descanso remunerado. Caso sofra qualquer tipo de pressão, o bancário deve denunciar ao Sindicato pelo Chicote de Ouro. O sigilo é garantido.


Calendário – Os trabalhadores que nasceram em janeiro e fevereiro poderão realizar o saque da conta inativa do FGTS de 10 de março a 9 de abril. Os nascidos em março, abril e maio poderão realizar o saque da conta inativa do FGTS entre 10 de abril e 11 de maio. Nascidos nos meses de junho, julho e agosto vão sacar entre os dias 12 de maio e 15 de junho. Quem nasceu em setembro, outubro e novembro vai receber os valores em entre 16 de junho e 13 de julho. Já os nascidos em dezembro vão fazer o saque entre os dias 14 e 31 de julho. Segundo o governo federal, 10 milhões de brasileiros poderão sacar cerca de R$ 30 bi do fundo.

Serviço – A Caixa criou uma página especial e um serviço telefônico para tratar das contas inativas no site do banco. O banco orienta que os trabalhadores acessem o endereço www.caixa.gov.br/contasinativas ou liguem no 0800-726-2017, para que possam, de forma personalizada, saber o valor, data e local mais convenientes para os saques. Os beneficiários também podem acessar o aplicativo FGTS para saber se têm saldo em contas inativas, mas é necessário lembrar que os saques só podem ser feitos em contas que foram desativadas até  31 de dezembro de 2015.

A Caixa quer abrir agências nos primeiros sábados dos cronogramas mensais de pagamento (com exceção de abril, mês que o cronograma de pagamentos coincide com a Semana Santa): 18 de fevereiro, 11 de março, 13 de maio, 17 de junho e 15 de julho.

Como sacar – Os beneficiários terão quatro opções para recebimento dos valores: quem tem conta-corrente na Caixa poderá pedir o recebimento do crédito em conta, por meio do site das contas inativas. O saque também pode ser feito em caixas eletrônicos. Para valores de até R$ 1.500, é possível sacar só com a senha do cartão do Cidadão, mesmo que o beneficiário tenha perdido o documento. Para valores de até R$ 3.000, o saque pode ser feito com Cartão do Cidadão e a respectiva senha.

Há, ainda, a possibilidade de retirar o dinheiro diretamente nas agências bancárias. Os documentos necessários são o número de inscrição do PIS e o documento de identificação do trabalhador. É recomendado levar também o comprovante da extinção do vínculo (carteira de trabalho ou Termo de Rescisão do Contrato de Trabalho).

 
 Fonte: Seeb/SP

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC