Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - CAIXA FEDERAL

24/09/2015

Sem aumento real, não tem acordo!

Basta dar uma rápida olhada nos dados, qualquer um, para ver que os bancos estão devendo muito aos seus funcionários. Os lucros crescendo bem mais que a remuneração média dos trabalhadores, a distribuição da PLR que a cada ano corresponde a uma parcela menor dos resultados, a produção de cada empregado crescendo, consequência da sobrecarga que adoece e engorda os cofres dos banqueiros.

Por tudo isso, o Comando Nacional dos Bancários volta à mesa com a federação dos bancos na sexta-feira 25 com a certeza de que, se quiserem resolver a Campanha 2015 de forma negociada, a Fenaban tem de apresentar proposta decente aos trabalhadores. E proposta decente é aumento real, valorização da PLR, do piso, vales, além de soluções para questões que atormentam a rotina nos locais de trabalho como garantia de empregos, fim da pressão por metas abusivas, mais segurança e igualdade de oportunidades.

> Mesa com a Fenaban volta no dia 25
> Funcionalismo cobra negociação do BB
> Caixa Federal tem de apresentar proposta

Essa será a quinta rodada de negociação e isso tudo foi deixado muito claro nas rodadas anteriores. "Ou seja, têm de apresentar proposta com aumento real, garantias para acabar com o medo que os trabalhadores estão de perder seus empregos, melhorias nas condições de trabalho. Qualquer coisa diferente disso vai empurrar os bancários para mais uma greve", afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, uma das coordenadoras do Comando.

> Veja como foram as negociações até aqui

Chororô " Na rodada do dia 16, que tratou de remuneração, os bancos vieram com o tradicional chororô. Recusaram-se a apresentar uma proposta, remetendo para a reunião do dia 25 e falaram em crise. Os representantes dos trabalhadores lembraram que há décadas o setor acumula lucros estupendos, seja qual for o cenário da economia. "Com razão, os bancários esperam ver esses resultados revertidos em ganhos também para eles", reforça Juvandia. "E isso seria bom para todos, trabalhadores e sociedade. Os bancos, que lucram tanto com a população, podem pagar aumento real. Esse dinheiro sairia dos cofres dos banqueiros, do dividendo dos milionários acionistas e passaria a circular aquecendo o mercado e ajudando a alavancar a economia. É isso que queremos e vamos cobrar."

Respostas " O Comando cobra da Fenaban uma proposta global nesta sexta-feira 25. Na rodada realizada do dia 16, insistiu que os bancos paguem aumento real nos salários, PLR maior, 14º salário, valorização do piso, salário substituto, auxí­lio-educação para todos, auxí­lio-creche maior.

> Vídeo: Comando cobra proposta

A Fenaban ficou de encaminhar aos bancos a reivindicação de parcelamento de férias, valorização dos vales alimentação e refeição e da 13ª cesta. "Vamos continuar insistindo. Todas essas demandas são importantes para os trabalhadores e podem ser atendidas pelos bancos", completa a presidenta do Sindicato.

> Confira todas as reivindicações da Campanha
> Veja quais são os 7 pecados do capital

 

Fonte: Seeb SP

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC