Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - BANCO DO BRASIL

19/12/2011

Débitos não autorizados lideram ranking de reclamações do BC

Débitos não autorizados lideraram o ranking de reclamações contra os bancos, divulgado pelo Banco Central. Em novembro deste ano, de 1.234 reclamações procedentes contra todos os bancos do País, 213 eram sobre essa operação, que representou 17,3% do total.

 

Do total referente a esse tipo de reclamação, 52 foram contra o Santander, 50 contra o Banco do Brasil, 35 contra a Caixa Econômica Federal, 34 Itaú, 29 contra o Bradesco e 5 contra o HSBC.

Em outubro, os Débitos não autorizados também lideraram o ranking, com 226 queixas, o que correspondeu a 19,8% do total de 1.143 reclamações procedentes contra todos os bancos daquele mês.

Outras reclamações

Ainda em novembro deste ano, a reclamação com o segundo maior número de incidência foi a que se refere as tarifas de cobranças irregulares de serviços não contratados, com 209 ocorrências, ou 16,9% do total.
Neste caso, as instituições que mais tiveram reclamações desse tipo foram o Banco do Brasil, com 117; a Caixa Econômica Federal, com 49; Bradesco, com 17; Santander, com 12; e Itaú, com 10.
Em terceiro, com 105 reclamações, ficaram as queixas sobre a Circular 3289, que trata de descumprimento de prazo. Elas representaram 8,5% do total.

 

Bancos com mais de um milhão de clientes

De acordo com o levantamento, somente o número de reclamações contra os bancos com mais de um milhão de clientes alcançou 893 casos no mês passado. O número, frente a setembro, é 1,8% maior, uma vez que naquele mês foram 877 queixas procedentes contra estas instituições. Na comparação com novembro de 2010, houve alta de 42,9%.

Postado pela Assessoria de Imprensa " 20/12/2011

Fonte: InfoMoney 

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC