Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - BANCO DO BRASIL

20/06/2012

BC nega fusão envolvendo Santander

Não há, no Banco Central, nenhum pedido de fusão em andamento que envolva o Santander. A afirmação foi feita à presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, pelo secretário-executivo e futuro titular da recém-criada Diretoria de Assuntos Especiais do BC, Luiz Edson Feltrim. Também participaram da reunião o presidente da Contraf-CUT, Carlos Cordeiro, e o futuro secretário-executivo do BC, Geraldo Magela.

Os representantes dos trabalhadores foram ao Banco Central manifestar sua preocupação com a concentração bancária que em todo o mundo tem trazido grandes prejuízos aos trabalhadores e toda a sociedade. "Os bancos no Brasil já estão extremamente concentrados. Permitir a venda ou fusão do Santander pode piorar esse grave quadro que tem significado demissões de bancários, aumento de tarifas para os clientes, juros mais altos para a sociedade", afirma a presidenta do Sindicato, Juvandia Moreira, que participou da reunião.

Feltrim explicou que desde abril o BC aplica procedimentos na análise de atos de concentração do Sistema Financeiro Nacional, como a Circular 3.590 (de 26/4/2012), que, entre outros itens, exige que os bancos informem "os ganhos de eficiência esperados com o ato de concentração que possam resultar em benefício aos usuários de produtos e de serviços financeiros".

Para a presidenta do Sindicato, se essa resolução já existisse, as fusões no SFN não poderiam ter sido concretizadas. "Em todos os casos, seja nas compras do Real pelo Santander, do Unibanco pelo Itaú, ou da Nossa Caixa pelo Banco do Brasil, houve redução do quadro de funcionários e piora nas condições de trabalho que levaram ao aumento de reclamações de clientes no próprio BC. Enfim, nenhum ganho de sinergia para a sociedade brasileira, só para os bancos", destaca Juvandia.

Vídeo: Juvandia Moreira critica concentração bancária

A secretária de Finanças do Sindicato e funcionária do Santander, Rita Berlofa, lembra que os representantes dos bancários estão promovendo uma série de ações preventivas em defesa dos direitos da categoria. "O presidente do Santander Brasil, Marcial Portela, também afirmou em reunião com o Sindicato não haver previsão de venda. Estamos procurando todos os canais de diálogo que possam garantir alguma tranquilidade aos trabalhadores."

Canal " Os dirigentes sindicais também cobraram do BC que a posição dos bancários seja levada em conta diante de qualquer processo de fusão no sistema financeiro, de forma a evitar, como vem acontecendo até hoje, prejuízos aos bancários e àsociedade brasileira. Feltrim disse que o BC está aberto ao diálogo e reforçou não estar em andamento qualquer processo de fusão junto à autoridade monetária.

 

Postado pela Assessoria de Imprensa: 20/06/2012

Fonte: Seeb São Paulo

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC