Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - BANCO DO BRASIL

31/08/2020

Veja porque votar a favor do acordo do Banco do Brasil

31083 O coordenador da Comissão de Empresa dos Funcionários do Banco do Brasil (CEBB), João Fukunaga, explica a proposta de acordo com o Banco do Brasil e orienta a aprovação nas assembleias que ocorrem de domingo (30/8) a segunda-feira (31/8).

“É importante que os funcionários tenham em mente que vivemos em um período conturbado da nossa história. Os direitos dos trabalhadores estão sob forte ataque. E o funcionalismo é recriminado. Querem nos impingir a pecha de marajás. Sabemos que isso não é verdade, mas utilizam esse argumento para tentar reduzir nossos rendimentos e direitos”, disse Fukunaga.

“Foi isso o que o banco tentou fazer no início das negociações. Queria reduzir o percentual a ser distribuído a título de PLR (Participação nos Lucros e/ou Resultados) do programa próprio de 4% para 2% do lucro líquido. Isso traria uma redução de 47% no valor a ser recebido pelos funcionários”, explicou. “Mesmo nesta conjuntura adversa, conseguimos barrar essa tentativa de redução da PLR, de modo que não haverá alteração na regra”, concluiu.

Ciclos avaliatórios da GDP

O banco também queria reduzir de três para apenas um ciclo avaliatório do Programa de Gestão de Desempenho (GDP) o período necessário para poder tirar a comissão de função dos funcionários que sejam mal avaliados. “Atualmente, o funcionário tem chance de se recuperar de um possível período ruim. A mudança que o banco queria implantar não permitiria a recuperação. Na prática, facilitaria o descomissionamento e, sabemos o que isso significa no Banco do Brasil, onde todos os funcionários têm cargo de escriturário e a ascensão na carreira se dá em processos internos de comissionamento de função. O descomissionamento pode reduzir a renda pela metade, ou mais”, explicou. “Também conseguimos impedir a redução do ciclo avaliatório da GDP. Nada será alterado neste ponto”, completou.

Vídeo explicativo

O coordenador da CEBB gravou um vídeo explicando a proposta. De forma resumida, em cinco minutos, ele trata da proposta da mesa única da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), e de pontos específicos do acordo com o BB. Além dos pontos acima, ele também explica as propostas para o intervalo intrajornada, para os abonos, para as folgas para aqueles que trabalham nas eleições e sobre a pausa para os funcionários que trabalham no teleatendimento.

 

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC