Seja muito bem-vindo ao nosso Sindicato   •     •   TaubatÉ / SP
 
     
 

SEU BANCO - BMB

13/04/2016

Reunião da COE Banco Mercantil do Brasil

No dia 05 de abril, no perí­odo da manhã, foi realizada na sede do Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região, uma reunião com a presença de Carlinhos Abelha (CONTRAF-CUT), Alberto Maranho (FETEC-CUT/SP), Marco Aurélio Alves (Seeb Belo Horizonte/MG), Luís Marques (Seeb Guarulhos/SP), Maria Cristina (Seeb Bragança Paulista/SP), Júlio Nascimento (Seeb ABC/SP), Fábio Medeiros (Seeb Barretos/SP), Ede Queiruja (Seeb Araraquara/SP), entre outros.

Durante a reunião foi definida a pauta que seria discutida com os representantes do Banco Mercantil do Brasil, assim como quem participaria da mesa de negociação a ser realizada à tarde.

 

Temas abordados:

Mudança no plano de saúde para os bancários locados fora do Estado de Minas Gerais - os representantes da FETEC-CUT/SP e CONTRAF-CUT, relataram ao banco a preocupação em relação àsituação dos trabalhadores que têm enfrentado problemas no atendimento do plano de saúde em diversas localidades. A proposta apresentada pelo banco foi de mudança do atual plano de saúde para Bradesco Saúde, isto para os trabalhadores locados fora do Estado de Minas.

Segundo Alberto Maranho, diretor de bancos privados da FETEC-CUT/SP, é importante os bancários ficarem atentos na qualidade do atendimento deste novo plano. "É preciso que os sindicatos conversem com suas bases e enviem, ainda em abril, relatos de problemas de falta de opções de atendimento que venham a ocorrer na região, para assim podermos pressionar o banco exigindo melhorias ou adequações", explica.

Programa próprio de PLR do BMB para 2016 " ficou acordado que o banco irá disponibilizar, até 14 de abril, um modelo de PLR para 2016. Os sindicatos pressionam por agilidade no pagamento e uma distribuição que garanta maior participação de cada bancário, com amplitude nacional no âmbito da CONTRAF-CUT.

Premiação dos escriturários " em relação à falta de premiação dos escriturários de agências e a exigência de reconhecimento e valorização destes profissionais, após inúmeras cobranças e ofícios por parte dos sindicatos, o Banco Mercantil anunciou que instituiu, a partir do dia 6 de abril 2016, uma campanha especial de premiação destinada a estes trabalhadores, dando fim a mais uma injustiça que estava sendo cometida.

Segurança bancária " os sindicatos cobraram do banco mais agilidade no processo de adequação das máquinas de autoatendimento, que atualmente são abastecidas com numerário pela parte frontal, gerando um grave problema de segurança. "Neste caso é importante que tenhamos um cronograma com datas e prazos estabelecidos, para a adequação dos equipamentos e assim garantir a segurança dos bancários", cobra Alberto.

Outros pontos em destaque:

Os sindicatos cobraram do banco uma postura mais clara em relação aos funcionários do sul do país, que hoje se sentem abandonados e sem perspectivas. O banco admitiu que precisa melhorar sua relação com os funcionários desta região.

Também houve pressão dos sindicatos por novas contratações, tendo em vista a falta de funcionários e excesso de realocações que sobrecarrega as agências. Em resposta, o banco ficou de estudar uma forma de sanar o problema e informou que pretende, ao longo de 2016, abrir cerca de 40 agências em todo país.

Outra informação importante, o Sindicato dos Bancários de Belo Horizonte e Região recebeu a proposta do acordo de bolsa educacional para os empregados do Banco Mercantil, referente ao ano de 2016. A entidade está tomando as devidas providências para realizar a assinatura do acordo, mas as inscrições já estão abertas.

Serão distribuídas 100 bolsas para a primeira graduação, no valor de R$ 230,00. Caso os beneficiários não cheguem a este número, as bolsas restantes serão distribuídas para pós-graduação ou MBA.

O requerimento do benefício deverá ser feito por meio de formulário padronizado a ser disponibilizado pelo banco, até o dia 29 de abril de 2016.

Caso o número total de requerimentos exceda o número de bolsas, ou seja, 100 bolsas, essas serão concedidas aos empregados considerando os seguintes critérios: menor salário mensal bruto, maior tempo de contrato de trabalho com o banco e maior idade.

Em caso de dúvidas, os interessados devem entrar em contato com o Departamento de Recursos Humanos do Banco Mercantil do Brasil.

 

Fonte: FETEC-CUT/SP

•  Veja outras informações
 
         
         
 
SINDICATO DOS BANCÁRIOS E FINANCIÁRIOS DE TAUBATÉ E REGIÃO
E-mail: contato@bancariotaubate.com.br    •    Telefone: (12) 3633-5329  /  (12) 3633-5366    •    WhatsApp: (12) 99177-4205
Filiado à CUT, CONTRAF e FETEC